Instituto que manteve parceria com o TSE é financiado por George Soros.
30/05/2024 12:38 em MUNDO

Instituto Igarapé colaborou com a Corte eleitoral entre novembro de 2022 e maio de 2023.

O Instituto Igarapé, que prestou colaboração ao Tribunal Superior Eleitoral

(TSE) de novembro de 2022 a maio de 2023, recebe financiamento da Open Society Foundations, organização fundada pelo bilionário progressista George Soros.

Essa informação pode ser encontrada no site do think tank.

A "rede de filantropia" Open Society Foundations é notória por aportar somas milionárias em entidades que advogam por agendas de esquerda. No Brasil, somente no ano de 2022, ela direcionou US$ 20,7

milhões (o que corresponde a R$ 106,5

milhões) a diversas organizações não governamentais.

 

O Instituto Igarapé e o TSE estabeleceram uma parceria por meio de um termo de cooperação, assinado em 11 de novembro de 2022. A solicitação do contrato partiu da Assessoria Especial de Enfrentamento à Desinformação, que foi criada em março de 2022.

 

No documento, o tribunal informa que a cooperação ocorreu no âmbito do

"combate à desinformação contra o processo eleitoral nas mídias digitais" e envolveu o "compartilhamento de informações coletadas a partir de pesquisa de natureza acadêmica".

Outro documento, disponível no Portal da Transparência do governo federal, mostra que a contratação não teve custos aos cofres públicos.

 

Entre os termos do contrato, estão a proibição de divulgar relatórios feitos pelo Igarapé sem a autorização do instituto e a garantia de confidencialidade das informações coletadas durante a parceria.

 

 

COMENTÁRIOS